:: Programa de Pós-graduação em ciências sociais da UFBa ::

Aumentar o tamanho do texto Diminuir o tamanho do texto Imprimir página atual

Seleção para o Mestrado - 2015

 

EDITAL DE SELEÇÃO

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS SOCIAIS

SELEÇÃO 2015

 

        

MESTRADO   - Manual (pdf)

 

O Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais da UFBA torna público, para conhecimento dos interessados, que estarão abertas as inscrições para a Seleção 2015 dos Cursos de Mestrado e Doutorado no referido Programa entre os dias 01 de outubro até 17 de outubro de 2014.

Local de inscrição: Secretaria do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais

 

                     Estrada de São Lázaro, 197. Federação

                     CEP 40210-730 - Salvador - Bahia - Brasil

                     Contato: (71) 3235-4635/3283-6446 – msociolo@ufba.br

 

Período de inscrição: 01 de outubro até 17 de outubro de 2014

                        2a a 6a das 9 h às 13 h

Locais das provas: Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas (a sala destinada a cada prova será indicada pela Secretaria)


OBS.: As inscrições poderão ser feitas por via postal (SEDEX). Todas as inscrições deverão ser realizadas com a data de postagem até o dia 17 de outubro de 2014, inclusive com pagamento da taxa de inscrição. A Comissão de Seleção não se responsabilizará por informações incorretas ou pela falta de algum documento.

Devolução dos documentos da seleção – Os documentos que foram entregues no ato da inscrição serão devolvidos após o final do processo de seleção e ficarão disponíveis no PPGCS durante três meses. Após esse período os documentos serão descartados e as dissertações serão doadas à Biblioteca da FFCH.

 

Linhas de Pesquisa

1. Cultura, Identidade e Corporeidade

Esta linha explora diversas interconexões entre cultura, identidade e corpo no contexto de práticas sociais diversas. Interessa aos seus integrantes tratar dos processos de identificação e auto identificação de indivíduos e grupos através de formas específicas de sociabilidade, bem como examinar o papel das dinâmicas de produção material e simbólica na construção de identidades. É também uma preocupação da linha desenvolver uma reflexão que recupere as relações entre disciplinas corporais, técnica e linguagem em variados campos da experiência social, como arte, religião, ciência e medicina. Em termos mais específicos as pesquisas desenvolvidas na linha compreendem os seguintes temas: 1) identidade e territorialidade; 2) produção artística (cinema, literatura) e representações sociais; 3) práticas em saúde (biomedicina, práticas populares e alternativas, experiências de doença e cura); 4) religião e vida cotidiana; 5) produção e uso de biotecnologias; 6) contextos e formas de uso de substâncias psicoativas.

2. Crime, Punição e Direitos Humanos

Esta linha de pesquisa abrange seis eixos da reflexão sociológica acerca do crime, do controle social e da punição: (a) as definições socioculturais e legais dos delitos
  e suas implicações materiais e simbólicas, as motivações, interações e decisões presentes na prática de crimes violentos ou não; (b) os padrões, tipos, formas e efeitos da vitimização – direta e indireta, primária e secundária, múltipla e repetida -, com ênfase nos processos sociais de estruturação, defesas informais, significados morais e formas de proteção das vítimas de crimes; (c) as respostas do Estado e os processos de criminalização, os padrões de policiamento público e privado, as políticas de segurança pública, a estrutura e dinâmica dos mecanismos de justiça formal e informal; (d) as práticas relacionadas à produção, comercialização e uso de substâncias psicoativas ilegais levando em conta os impactos das políticas proibicionistas na estruturação dos mercados de drogas, criminalização de trabalhadores pobres e afrodescendentes e aumento da violência letal na sociedade; (e) a organização, dinâmica e cultura das prisões, a violência e as gangues prisionais, as políticas de encarceramento e seus efeitos sobre o controle do crime e a reintegração dos internos; (f) o repertório social dos direitos civis e as desigualdades, os nexos entre a aprovação coletiva da violência e a violência oficial, a violação do corpo e a promoção dos direitos humanos

 3. Democracia, Estado e Movimentos Sociais

As pesquisas desta linha tratam da democracia contemporânea e dos processos de globalização, compreendendo a participação política que ocorre nesse quadro por meio dos movimentos sociais e das contestações políticas, o que envolve direitos políticos, culturais e relações com os partidos políticos. Preocupa-se, também, com a configuração dos sistemas políticos modernos e o desenho das instituições políticas em contextos democráticos, o processo de produção de políticas públicas e as especificidades sub-nacionais. Estuda o tema das elites, suas teorias, críticas e atualizações e analisa as repercussões na produção do pensamento político no Brasil e na política das elites nacionais e estaduais. São eixos temáticos: 1) Democracia Contemporânea, Globalização, Movimentos Sociais e Contestações Políticas; 2) Instituições, Políticas Públicas e Elites; 3). Mídia, Comportamento Político e Cultura Política.

 4. Trabalho e Desigualdades Sociais

Desenvolve estudos teóricos e empíricos sobre o trabalho e suas transformações históricas e conceituais, compreendendo-o como referência fundamental para analisar a reprodução social dos trabalhadores, a produção da pobreza, das desigualdades e vulnerabilidades sociais. Busca articular os estudos sobre organização/processo de trabalho e mercado de trabalho e as diversas formas de desigualdade social, a exemplo dos estudos sobre pobreza e desenvolvimento regional, em áreas urbanas e rurais, apontando o papel do Estado e suas políticas públicas e sociais; bem como analisar as inter-relações entre trabalho e o campo da reprodução dos trabalhadores no âmbito privado – onde a família ocupa lugar de destaque – e no campo público – de responsabilidade do Estado e de outras redes de solidariedade que têm assumido esse papel. Contempla também diversas dimensões das desigualdades sociais para além do trabalho, procurando explorar tanto as especificidades quanto as interconexões das dinâmicas de gênero, gerações, relações raciais e classe, tanto no plano teórico como no âmbito de estudos empíricos. A Linha é constituída por quatro eixos principais:

1. TRABALHO E RELAÇÕES DE PODER: Estudos sobre as transformações históricas dos processos de trabalho e do meio ambiente do trabalho, do mercado de trabalho, das formas de poder e de contra-poder dos trabalhadores, dos sindicatos e outras formas de ação coletiva, dos direitos sociais e trabalhistas.

2. TRABALHO E QUESTÃO SOCIAL: Estudos sobre o trabalho e as formas históricas de constituição do social, da reprodução das desigualdades, das concepções e configurações da pobreza e seus principais indicadores e de políticas públicas e sociais.

3. TRABALHO E REPRODUÇÃO SOCIAL: Estudos sobre trabalho, família e redes de solidariedade.

4. GÊNERO, GERAÇÕES e RAÇA: Estudos sobre jovens, velhos e relações étnico-raciais.

 

MESTRADO

Vagas oferecidas: 25

O Colegiado do Programa, ouvida a Comissão de Seleção, reserva-se o direito de não preencher todas as vagas oferecidas.

Prazo de conclusão: 2 (dois) anos

Documentação a ser entregue no ato da inscrição:

1.      Ficha de Inscrição para seleção (disponível no site e na Secretaria do PPGCS). Ao preencher a ficha de inscrição o candidato estará declarando que aceita todas as normas elaboradas no presente manual de instruções.

2.      Curriculum Vitae (preferencialmente gerada na Plataforma LATTES do CNPq - http:/lattes.cnpq.br).

3.      Projeto de pesquisa (em quatro vias) sem o nome do candidato e com o número do CPF e RG, de no máximo 15 páginas impressas (espaço 1.5, corpo 12 Times New Roman), conforme especificado em instruções no item "Arquivos para download". Roteiro Projeto

4.      Se houver solicitação para a dispensa da prova de língua, o candidato deverá apresentar um certificado de proficiência emitido por uma instituição credenciada ou um certificado de exame elaborado pelo Departamento/Faculdade/Instituto de Letras de uma Universidade Pública. Esta isenção não é automática e dependerá de parecer da Banca Examinadora.

5.      Duas cópias do Diploma de Graduação, sendo uma cópia autenticada. Não será permitida a inscrição de provável concluinte.

6.      Duas cópias do Histórico Escolar da Graduação, sendo uma cópia autenticada.

7.      Duas cópias de cada documento: Carteira de Identidade (RG) e do CPF, para candidatos brasileiros, ou do Passaporte, para candidatos estrangeiros, sendo uma cópia de cada autenticada.

8.            Título de Eleitor, com comprovação de quitação com a Justiça Eleitoral da última eleição – cópia autenticada – ou Certidão de Quitação emitida pelo Tribunal Regional Eleitoral do candidato (no caso do TRE-BA, a certidão pode ser obtida  online em: http://www.tre-ba.jus.br/eleitor/situacao-eleitoral/consulta-por-nome);

9.           Duas cópias da Carteira de Reservista (apenas para candidatos do sexo masculino) – sendo uma cópia autenticada (frente e verso);

10.    Uma fotografia 3x4.

11.    Pagamento da taxa de inscrição - R$ 30,00 (trinta reais).

 

Obs.: A Secretaria do Programa não se responsabiliza por informações incorretas ou pela falta de algum documento.

 

O Programa tem um número limitado de bolsas cedidas pela CAPES/CNPq/FAPESB. O programa não garante previamente bolsa para nenhum aprovado. A classificação do candidato na seleção e a não existência de vínculo empregatício são critérios básicos utilizados para concessão da bolsa. Dada às limitações das fontes financiadoras, não se assegura também bolsa pelo tempo integral (dois anos) para os alunos selecionados.

 

Composição da Comissão de Seleção

 

Os candidatos com inscrições homologadas serão identificados por número, CPF e RG pela secretaria da pós-graduação, garantindo seu anonimato em relação aos membros da banca no que tange as relações de parentesco/ amizade/inimizade ou anterior relacionamento profissional/acadêmico entre aqueles e os candidatos examinados.

No que tange ao Exame Oral em forma de entrevista, caso haja alguma das relações acima mencionadas, o membro da banca não participará dessa etapa para o referido candidato. Casos omissos ou dúbios serão resolvidos pelo coordenador da pós-graduação.

 

Da Seleção do Mestrado

 

A seleção consta de quatro etapas:

 

1ª. Prova Teórica Escrita - Com caráter eliminatório, a prova teórica escrita realizar-se-á no dia 05/11/2014 – 13h. A prova teórica escrita consiste em dissertação sobre temas das ciências sociais, conforme relação bibliográfica sugerida pelo Programa (ver abaixo). A Comissão avaliará a prova do candidato através dos seguintes critérios: 1) Consistência teórica, (pontuação máxima 4,0). 2) clareza e coerência (pontuação máxima 4,0) e 3) adequação formal ao trabalho científico (pontuação máxima 2,0). A prova terá duas questões, tanto a primeira como a segunda serão obrigatórias para todos os candidatos. A duração da prova é de no máximo quatro horas, não sendo permitida consulta ou uso de apostila, livro ou rascunho, bem como, aparelhos eletrônicos. O resultado da prova escrita será divulgado na página web do Programa http://www.ppgcs.ufba.br até o dia 20/11/2014. O candidato que não alcançar a nota mínima – sete (7,0) – não poderá participar da etapa seguinte. O prazo para pedidos de reconsideração e recursos será de 48 horas após a divulgação do resultado.

2ª.  Avaliação do Projeto – Com caráter eliminatório e deverá ser elaborado conforme manual de instruções em anexo. A Comissão avaliará o projeto de pesquisa do candidato através dos seguintes critérios: 1) Consistência geral do projeto, (pontuação máxima 4,0). 2) referencial teórico (pontuação máxima 3,0) e 3) metodologia (pontuação máxima 3,0). O resultado da avaliação do projeto dos candidatos aprovados será divulgado no dia 04/12/2014 na página web do Programa http://www.ppgcs.ufba.br. Só participarão da próxima etapa os candidatos que obtiverem no mínimo nota sete (7,0) nessa fase. O prazo para pedidos de reconsideração e recursos será de 48 horas após a divulgação do resultado.

3ª. Exame Oral em forma de entrevista - Com caráter eliminatório, apenas para os aprovados nas etapas anteriores. Os candidatos aprovados na segunda etapa serão convocados para uma entrevista com a Comissão Examinadora, a se realizar nos dias 09 e 10/12/2014, conforme escala a ser divulgada no dia da convocação. A Comissão avaliará exame Oral em forma de entrevista através dos seguintes critérios: 1) Capacidade argumentativa de defesa do projeto escrito (pontuação máxima 4,0). 2) defesa da metodologia do projeto (pontuação máxima 3,0) e 3) coerência na defesa do projeto (pontuação máxima 3,0).  O exame oral será registrado em arquivo de áudio. O resultado desta etapa será divulgado no dia 11/12/2014 – 13h na página Web do Programa http://www.ppgcs.ufba.br. Só participarão da próxima etapa os candidatos que obtiverem no mínimo nota (7,0) nessa etapa. O prazo para pedidos de reconsideração e recursos será de 48 horas após a divulgação do resultado.

4ª. Exame de Língua – Sem caráter eliminatório. O Exame de Língua Inglesa realizar-se-á em 16/12/2014. Visa verificar a capacidade do candidato para traduzir e compreender um pequeno texto em inglês relacionado às ciências sociais, sendo facultado o uso de dicionário. A duração é de no máximo duas horas. O candidato que apresentar certificado de proficiência em língua inglesa expedido por escola especializada poderá ser dispensado da prova, a critério da Comissão Examinadora. O resultado da prova de inglês será divulgado na página web do Programa http://www.ppgcs.ufba.br até o dia 17/12/2014. O prazo para pedidos de reconsideração e recursos será de 48 horas após a divulgação do resultado. O candidato que não alcançar a nota mínima – 5,0 (cinco) - deverá repetir a prova até o final do seu primeiro ano de curso. Caso continue reprovado o seu nome será submetido ao Colegiado do PPGCS visando o desligamento.

Resultado Final - O resultado final da seleção será divulgado até o dia 20/12/2014, a partir das 14h na página web do Programa http://www.ppgcs.ufba.br/.

 

Observação: Serão atribuídos os seguintes pesos nas etapas da seleção:

Prova Teórica Escrita –   4 (peso quatro);

Projeto –                        3 (peso três);

Exame Oral –                 3 (peso três).

OBS: A nota mínima final para que o candidato seja classificado no exame de seleção é 7,0 (sete).

 

Demais observações:

Pedidos de reconsideração e de recursos somente serão acolhidos se interpostos por escrito na Secretaria do Programa de Pós-graduação Ciências Sociais no prazo de 48 horas a partir da divulgação dos resultados.

 

Os candidatos terão acesso às notas das avaliações de todas as etapas junto à Secretaria do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais conforme local e horário de funcionamento.

 

 

Não serão repassadas informações ao telefone.


Indicações bibliográficas para a prova teórica – Mestrado - 2015

A prova terá duas questões, tanto a primeira como a segunda são obrigatórias para todos os candidatos: (vide bibliografia)

Teoria Sociológica Clássica: métodos e fundamentos teóricos

Bibliografia Obrigatória

·             DURKHEIM, Émile. As Regras do Método Sociológico (Várias Edições). 

·             WEBER, Max. A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo (Várias Edições)  

·             MARX, Karl. O método da economia política. In: MARX, Karl. Para uma crítica da economia política, 1857. 

·             Prefácio e Posfácio da segunda edição do volume 1, de O Capital. In: MARX, Karl. O Capital – crítica da economia política, Livro 1 – O processo de produção do capital, Boitempo,         SP, 2013. 

·             MARX, K. ; ENGELS, F. A Ideologia Alemã. Portugal/Brasil: Ed. Presença/Martins Fontes, 1976, Vol. I (Apenas a primeira parte).

 

Pensamento Social Brasileiro / Democracia e Instituições Políticas no Brasil

 

Bibliografia Obrigatória

·             FAORO, Raimundo. República Velha: os fundamentos políticos. In: FAORO, Raimundo. Os Donos do Poder (v. 2). Rio de Janeiro, Editora Globo, 13ª Edição, 1975. (a partir do capítulo 14).

·             FREYRE, Gilberto Freire. Casa-grande e senzala. Rio de Janeiro/São Paulo: Editora Record: 2000.

·             HOLANDA, Sérgio Buarque de. Raízes do Brasil. 2. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

·             NOGUEIRAMarcos Aurélio. Um Estado para a Sociedade Civil (Cap. I: Do Fracasso à Reforma da Reforma do Estado; pp37-76).  São Paulo, CORTEZ, 2005.

·             PRADO JR., Caio. Formação do Brasil Contemporâneo. São Paulo: Editora Brasiliense, 1996.

·             SCHWARTZMAN, Simon. Bases do autoritarismo brasileiro (Prefáciop. 13-26). 4ª Ed. Rio de Janeiro, PUBLIT, 2007.

·             SOUZA, Jessé (Org.). O malandro e o protestante. A tese weberiana e a singularidade cultural brasileira. Brasília: Universidade de Brasília, 1999. (Capítulo “A ética protestante e         a     ideologia do atraso brasileiro”, p. 17-54).

·             VIANNA, L.J. Werneck & CARVALHO, Ma. Alice R. de.   Experiência brasileira e democracia, In: Cardoso, S. (Org.). Retorno ao republicanismo. Belo Horizonte, Ed. UFMG, 2004                 (p.197-227).

 

Calendário Geral da Seleção do PPGCS – 2015

Período de Inscrição – 01 de outubro até 17 de outubro de 2014.

 

MESTRADO

Etapa

Data

Prova Teórica Escrita

05/11/2014 – 13h

Resultado da Prova Teórica Escrita

20/11/2014

Resultado da Avaliação do Projeto

04/12/2014

Exame Oral

09 e 10/12/2014

Resultado do Exame Oral

11/12/2014 – 13h

Exame de Língua – Inglês

16/12/2014

Resultado do Exame de Língua – Inglês

17/12/2014

Resultado Final

20/12/2014

 

Das Disposições Gerais

 

Será automaticamente desclassificado e eliminado do processo seletivo o(a) candidato(a) que:

 
1. Não comparecer a quaisquer das etapas do processo seletivo nas datas e horários previstos e não cumprir requisitos formais exigidos no Edital em cada uma das etapas.

2. Fornecer declarações ou apresentar documentos falsos em quaisquer das etapas da seleção.

 
Cabe exclusivamente ao Colegiado do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais, ouvido a Comissão de Seleção resolver qualquer caso ou ocorrência que não esteja apresentado no presente manual de instruções.

 

Manual

Ficha de Inscrição

Roteiro Projeto

 

 

 

© 2014 PPGCS

Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas - UFBA - Estrada de São Lázaro, 197
Federação, CEP: 40.210-730 - Salvador, BA - Brasil
Telefone Tel: +55 (71) 3235-4635 - Feedback Formulário de Contato

Administração